23% das empresas do Sul da Europa, incluindo Portugal, acreditam que a melhor forma para sobreviverem à pandemia de COVID-19 está focada em melhorias na agilidade e na aceleração da inovação. A conclusão consta do relatório The Speed of Change da Outsystems e demonstra ainda que 35% das empresas temem uma recessão económica.

Realizado entre fevereiro e março de 2020, o relatório conta com respostas de mais de 2.200 empresas em todo o mundo e foi construído em plena pandemia de COVID-19. Sendo os principais eixos de sobrevivência a melhoria na agilidade e a aceleração da inovação, 65% das organizações a nível global têm 10 ou mais aplicações planeadas para 2020. Em menor número, 29% garantem contar com mais de 25 apps planeadas também para este ano.

O setor da banca destaca-se neste relatório, por ser aquele em que se verifica um maior esforço de inovação. Neste caso, 88% das empresas têm mais de 10 apps planeadas para entrega em 2020.

De olhos postos no futuro, a velocidade é o maior foco, com as empresas a indicarem que têm de se dedicar às necessidades dos clientes e fornecer às suas equipas de desenvolvimento um caminho rápido para a inovação. Neste contexto, 61% das empresas inquiridas referem a tecnologia cloud como aquela que lhes permitirá estar na liderança, assim como a tecnologia low-code (44%).

Plano de Recuperação Económica e Social: Conheça ao detalhe as propostas para a tecnologia
Plano de Recuperação Económica e Social: Conheça ao detalhe as propostas para a tecnologia
Ver artigo

O recrutamento também não foi esquecido em plena pandemia. 40% das empresas aumentaram as suas equipas de programadores para o desenvolvimento de aplicações no último ano, mas apenas 15% dizem ser fácil recrutar este tipo de profissionais.

Num contexto nunca antes vivido, o relatório revela que a confiança das empresas foi a principal afetada, levantando sérias dúvidas sobre o “novo normal”. Em comunicado, Mike Hughes, Diretor de Product Marketing da OutSystems, explica que o documento permite "verificar o estado da inovação e da mudança no mundo corporativo". “Mais uma vez, a tecnologia é vista como a bóia de salvação, não apenas porque permitiu que as empresas navegassem nesta tempestade, como lhes vai permitir agilizar todos os seus processos e inovar para se adaptarem ao novo normal", afirma.

A verdade é que a pandemia de COVID-19 não tem deixado ninguém indiferente, tendo impactos positivos e negativos para as organizações. Os resultados financeiros do segundo trimestre de 2020 da Apple, Amazon, Google e do Facebook revelam, em geral, uma tendência de crescimento dos lucros e receitas. Contudo, o volume de negócios da empresa-mãe da Google registou a primeira queda de sempre.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.