A Politico avança com a informação de que Mark Zuckerberg poderá mexer nos quadros da direção do Facebook, como uma das medidas em negociação com a Federal Trade Commission (FTC), de forma a introduzir executivos nas altas-patentes da empresa, responsáveis pelas questões de segurança e privacidade. Esta medida fará parte das sanções que a rede social está sujeita, na ordem dos milhares de milhões de dólares, no rescaldo do caso Cambdridge Analytica.

As negociações ainda podem ser alteradas até à sua conclusão, mas na mesa está a possibilidade da FTC apontar nomes oficiais para a criação de uma supervisão independente na rede social, que incluirá também membros do quadro do Facebook.

A fonte da publicação refere ainda, que de forma separada, o líder do Facebook, Mark Zuckerberg, poderá assumir também o papel de “oficial de conformidade” (head compliance officer), ou seja, passa a assumir total responsabilidade pelas políticas de privacidade da empresa. Informação igualmente avançada pelo The New York Times.

Estas medidas não irão ilibar o Facebook de pagar a pesada multa, estimada entre os 3 e os 5 mil milhões de dólares, cuja fonte sublinha estar próxima do valor estimado mais pesado. O processo visa compreender se a partilha de dados com a Cambridge Analytica viola o acordo efetuado em 2011 com a FTC relacionado com a salvaguarda da privacidade dos utilizadores da rede social.

De recordar que o Reino Unido teve uma mão pesada sobre o mesmo caso, tendo aplicado ao Facebook, em outubro de 2018, a “pena máxima” pela violação de dados, no valor de 560 mil euros (500 mil libras). Em causa esteve a violação da legislação ao possibilitar o acesso às informações dos utilizadores sem qualquer “consentimento” dos mesmos. As autoridades britânicas acusaram a empresa de Mark Zuckerberg de não ter feito o suficiente para avisar os utilizadores a protegerem-se e a tomarem as devidas medidas.

Ainda esta semana o Facebook apresentou novidades para as suas redes sociais, que incluem o Instagram e o WhatsApp, revelando um foco na privacidade. Isso inclui um redesenhar completo da aplicação do Facebook, denominada de F5, assim como um novo design da página web e respetiva web app, prevista para o final do ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.