O Eureka Park está situado no Sands Expo e é uma área “à parte” da CES 2020. Basta entrar neste espaço para perceber que aqui o ambiente é mais frenético, muito diferente dos espaços de exposição das maiores empresas mas mesmo das startups que estão nos outros níveis deste centro de congressos que fica colado ao hotel Venetian.

Mais de 1.200 startups marcam presença este ano, em pequenos stands que são “artilhados” com a tecnologia e também com elementos que possam ser diferenciadores e chamativos, e tudo serve para atrair os visitantes, investidores e jornalistas, desde chapéus a música, passando por peluches e outras “animações”.

Quem duvida que Las Vegas é o sítio onde as empresas vêm fazer negócio não esteve ainda na fila para um dos autocarros grátis que faz o transporte entre as várias áreas da CES, ou simplesmente sentado num dos corredores. As conversas surgem naturalmente, com muita gente interessada em partilhar histórias, e já assistimos a vários “match” entre empreendedores, que acabaram por trocar cartões e contactos com datas para reuniões.

Mas nos stands esse movimento é ainda mais intenso. Há investidores à procura de startups com tecnologias onde possam investir, e empresas que procuram aquisições e fusões, ou simplesmente contratação dos “cérebros” que desenvolvem a tecnologia.

Segundo os números da CTA, desde 2010 já foram angariados aqui mais de 1,2 mil milhões de dólares de investimento, e muitas das empresas acabaram por passar destes pequenos stands para outras áreas de exposição de maior dimensão.

Entre as 1.200 startups que este ano marcam presença há registos individuais, de empresas que estão em stands organizados pela área de especialidade, mas também muitas presenças coletivas, promovidas por países.

No total a CTA confirma que estão presentes 50 países no Eureka Park, mas algumas têm mais “peso”, como a França, Itália, Taiwan, Singapura, Coreia e Japão, que trouxeram dezenas de startups para a feira que estão juntas sob o mesmo espaço “patrocinado”. Há também 14 universidades presentes, incluindo a Universidade de Notre Dame e a Universidade de Columbia.

O programa de TV Shark Tank tem uma edição especial na CES e procura aqui os melhores empreendedores, e já há um caso de sucesso de castings anteriores em que a Benjilock conseguiu mesmo ir ao programa e garantir apoio e investimento de Kevin O’Leary.

Ao bom espírito do emprendedorismo, não é a dimensão do stand que interessa mas a consistência da ideia. E também a capacidade de atrair os investidores e jornalistas, um trabalho que começa  muito antes da feira abrir com contactos e partilha de informação.

O SAPO TEK está a na CES 2020 em Las Vegas para descobrir as principais tendências e os gadgets mais interessantes, mas também os mais estranhos e pode acompanhar aqui todas as notícias que vamos trazendo em direto de Las Vegas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.