Reino Unido, EUA, França, China, Espanha e Alemanha destacam-se como os principais mercados alvo e com maior potencial de adesão de acordo com os dados divulgados esta quarta-feira pela Associação da Economia Digital, na conferência Norte Digital.

O relatório pretendeu analisar o estado da economia digital global, com especial atenção para os mercados que sejam mais relevantes ou tenham maior potencial para as PME portuguesas, e teve em conta que a exportação de bens em Portugal ultrapassou os 50 mil milhões de euros, o equivalente a 26% do PIB e tem como objetivos

Foram igualmente identificadas as tipologias de produtos, em particular aqueles associados à indústria de produtos transacionáveis, como vestuário, calçado e acessórios, têxteis, mobiliário e decoração, produtos alimentares entre outros.

Utilização da internet, nível de compras online, meios de pagamento mais utilizados, condições de distribuição e serviços postais, utilização de tecnologias nas empresas, legislação e regulação, fiscalidade, maturidade da Economia Digital e Exportação de produtos a partir de Portugal foram os domínios de caracterização dos mercados em análise.

De acordo com o estudo, e segundo os critérios Exportações, Riqueza e População e Maturidade Digital, os países Top 20, por ordem alfabética são: Alemanha, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, China, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Índia, Itália, Japão, Marrocos, Polónia, Reino Unido, Suécia, Suíça, Turquia e Rússia. Todos juntos estes países representam cerca de 80% do PIB e 55% da população mundiais.

Produtos elétricos e eletrónicos, Produtos alimentares e bebidas, Vestuário, Mobiliário e decoração, Calçado e acessórios e Produtos têxteis representam as categorias de produtos mais vendidos online e cujas receitas representam mais de 15,9 mil milhões de euros, ou seja, 32% do total de exportações de bens nestes países.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.