Entre 8 e 14 de junho o tráfego de dados aumentou 3%, mas o tráfego de voz diminuiu 19% em relação à semana anterior. Os dados são da Anacom, depois de no primeiro trimestre de 2020 a duração das chamadas ter atingido um “máximo histórico” em plena pandemia de COVID-19.

Quando ainda estava em vigor o estado de emergência devido à crise de saúde pública, o número de chamadas de telefone fixo aumentou de forma significativa. Em abril, na semana da Páscoa, os portugueses continuaram a fazer mais chamadas de voz: o crescimento do número de chamadas de telefone fixo foi o mais significativo desde o período anterior ao novo Coronavírus, aumentando 102%. No entanto, com o fim do confinamento em maio verificou-se uma diminuição da utilização das chamadas de voz e dados de Internet.

Utilização do telemóvel aumenta no primeiro trimestre de 2020. Duração das chamadas atinge “máximo histórico”
Utilização do telemóvel aumenta no primeiro trimestre de 2020. Duração das chamadas atinge “máximo histórico”
Ver artigo

Depois do crescimento significativo durante o estado de emergência do uso do telefone, o volume de minutos de voz fixa foi o que mais desceu na semana de 8 a 14 de junho, 28%. Já no caso das chamadas realizadas através do telemóvel a queda foi menos acentuada, de 18%. O tráfego de voz ficou 6% abaixo do registado na semana anterior, com as chamadas telefónicas móveis a dominarem, tendo um peso de 90% no total do tráfego de voz.

Veja na fotogaleria os gráficos partilhados pela Anacom. 

Tráfego de dados móveis é o que mais aumenta

Em contraste com esta diminuição, o tráfego de dados aumentou 3% no caso da banda larga fixa e 6% no caso da banda larga móvel em relação à semana passada. "O tráfego de dados encontra-se 40% acima do verificado no período pré-COVID-19, representando os dados fixos de 95% do total", explica a Anacom.

Ainda assim, na semana em análise apenas o tráfego de dados fixos se encontrava significativamente acima do registado na semana anterior à declaração de pandemia. Em comparação com o período pré-COVID19, o número de acessos em local fixo cresceu 0,8%, enquanto que o número de acessos móveis variou entre uma diminuição de 2,4% e um crescimento de 0,3%, consoante o tipo de acesso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.