O Portal da Queixa analisou as reclamações dirigidas às duas principais empresas de transporte de passageiros em veículos ligeiros do país, Táxi e Uber, e verificou que a tecnológica norte-americana registou, até maio deste ano, mais 112% de queixas comparativamente com o período homólogo.

Até ao final de maio do ano passado, foram dirigidas à Uber 33 reclamações ao passo que, nos primeiros cinco meses de 2018  já foram registadas na plataforma do Portal da Queixa cerca de 70 reclamações. Os principais motivos de insatisfação dirigidos prendem-se com a falha no serviço e com débitos realizados sem pedido de transporte.

Por outro lado, a Associação Nacional dos Transportes Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL), entidade que representa a Táxi,  registou  36 reclamações em 2018, um aumento de 44% face ao ano anterior (25 reclamações).

Também no índice de satisfação a Uber é ultrapassada pela Antral. Tendo respondido apenas a 14 em 229 reclamações e com uma baixa taxa de resolução dos problemas dos consumidores, a plataforma de transportes alcançou 34.9% em 100%. Por sua vez, a Antral, apresenta uma taxa de resposta de 99% e o seu Índice de Satisfação é de 52.4% em 100%.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.