A Apple concordou em pagar uma indeminização no valor de 113 milhões de dólares, cerca de 95 milhões de euros, como resolução da ação judicial submetida por 33 estados americanos e o distrito de Columbia, em torno dos iPhones. A gigante de Cupertino admitiu que desacelerava os modelos mais antigos do seu smartphone de forma a preservar a bateria. Apesar de concordar em pagar a multa, a Apple nunca admitiu que fez algo de errado.

O caso, que já remonta de 2017, começou pela suspeita de alguns utilizadores que viram o seu smartphone ficar mais lento sempre que a Apple lançava novos modelos. A Apple refere que utilizava esta medida para evitar que os equipamentos se “apagassem” completamente, referindo-se aos modelos iPhone 6, 6S e SE, em 2016. “As simples correções poderiam ter mantido o funcionamento dos dispositivos, em vez de se optar pela obsolescência” referiu a acusação na altura, pois muitos clientes "prefeririam manter o seu telefone antigo" e não ter que comprar um novo.

Depois de reconhecer o erro, a Apple procedeu a um desconto de 50 dólares na substituição das baterias dos equipamentos afetados, entre janeiro e dezembro de 2018.

O pagamento desta multa é um dos capítulos do caso “Batterygate”. Após uma longa batalha em tribunal, a Apple concordou em pagar 500 milhões de euros em indemnizações para resolver o processo, num outro caso separado no estado da Califórnia.

“O acordo fechado hoje garante aos consumidores o acesso à informação que precisam para que façam decisões bem informadas quando compram ou utilizam os produtos da Apple”, destacou o advogado representante da Califórnia, Xavier Becerra, sobre este novo caso, citado pela Bloomberg. O estado da Califórnia vai amealhar 24,6 milhões do novo acordo.

Nos termos do novo acordo, a Apple passa a informar como gere a performance de energia, de forma acessível num website, para além de ter de notificar todos os clientes visados, no caso de uma atualização afetar o seu smartphone. E deve ainda informar os utilizadores dos equipamentos quando devem trocar a bateria.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.