Como já é costume, o início de setembro marca o lançamento de novos produtos da Apple com uma grande expetativa em relação ao iPhone. No entanto, ao que tudo indica, este será um ano fora do comum e rumores apontam para uma grande probabilidade de a Apple só apresentar o novo iPhone 12 num evento em outubro.

Em 2020 assinalaram-se 13 anos desde o lançamento do primeiro smartphone da empresa da maçã. Foi a 9 de janeiro de 2007 que Steve Jobs chegou ao palco da Macworld e garantiu, logo no início da sua apresentação, que se iria fazer história naquele dia. E foi, sem dúvida, o que aconteceu.

Clique na galeria para conhecer a evolução do iPhone ao longo dos últimos 13 anos

A apresentação durou, no total, à volta de uma hora e meia e cerca de 55 minutos foram “gastos” em redor do iPhone, num evento que também marcou a estreia da Apple TV e igualmente da nova designação da Apple sem “Computers”, que acompanha a marca da maçã até aos dias de hoje.

Qualquer lançamento tecnológico está sujeito a críticas e o do iPhone não foi uma exceção à regra. Nos dias anteriores à chegada do smartphone às lojas, houve quem previsse que seria um completo falhanço.

A verdade é que, mesmo por entre as críticas, o iPhone original esgotou poucas horas depois de ser colocado à venda. A Apple acabou por vender cerca de 1,39 milhões de iPhones originais em todo o mundo, indicam dados da Statista. Os números de vendas continuaram a crescer ao longo do tempo, atingindo um pico de 231,22 milhões em 2015. A expetativa em relação aos novos smartphones da Apple foi também crescendo, demonstrada pelas longas filas de espera à porta das lojas um pouco por todo o mundo.

Mas, a popularidade do iPhone não foi a única coisa a aumentar. Ao longo do tempo, os preços também “escalaram” e apresentam um forte contraste relativamente ao valor das primeiras versões do smartphone. Por exemplo, quando chegou ao mercado, o iPhone original estava disponível um preço entre os 385 e 399 euros.

Tek Tabela evolução preços iphone

Lançado em 2017, o iPhone X é considerado o dispositivo mais caro da marca até à data, com um preço inicial acima de mil euros. Após algum choque por parte dos consumidores, a Apple acabou por baixar o custo do seu lançamento seguinte, o iPhoneXR, para uma “módica” quantia de 879 euros.

Apple "estica" preço dos novos iPhone. Modelo mais caro custa 1.679 euros
Apple "estica" preço dos novos iPhone. Modelo mais caro custa 1.679 euros
Ver artigo

Recorde-se que, no que toca ao iPhone 11, o modelo básico contava com preço de lançamento de 829 euros. Já os dois modelos Pro custavam 1.179 euros e 1.299 euros, no caso do Pro Max.

Passada mais de uma década desde sua apresentação, uma coisa é certa: o papel do iPhone no mercado dos smartphones é inegável, em especial, como contributo para as contas da Apple, ou o equipamento não se tivesse transformado numa das principais razões pelo crescimento da empresa de Cupertino.

Entretanto, enquanto a nova família de smartphones iPhone 12 não chega, rumores não faltam. Ao todo estima-se que a Apple terá “na calha” quatro novos smartphones, todos eles com suporte a 5G. 

De novos relógios inteligentes a um iPad Air 4: Todas as novidades que a Apple poderá revelar amanhã
De novos relógios inteligentes a um iPad Air 4: Todas as novidades que a Apple poderá revelar amanhã
Ver artigo

Estão previstos dois modelos básicos, um com 5,4 polegadas e outro com 6,1 polegadas, assim como dois Pro, um iPhone 12 Pro de 6,1 polegadas e o iPhone 12 Pro Max de 6,7 polegadas, visto como o maior smartphone da marca até agora. Apesar de manter o trio de câmaras semelhante aos equipamentos da geração anterior, há uma possibilidade de o modelo Pro Max integrar uma quarta câmara LIDAR, concebida para explorar as aplicações de realidade aumentada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.