À velocidade da luz, um pequeno fotão consegue viajar a 299.792 km por segundo no vácuo. Mas quanto tempo é verdadeiramente necessário para a luz viajar, por exemplo, da Terra até Marte? Um novo vídeo criado por James O'Donoghue, cientista planetário da Agência Espacial Japonesa, demonstra que, se considerarmos a imensidão do Espaço, a luz acaba por deslocar-se a “passo de caracol”.

Para dar uma perspetiva da verdadeira velocidade da luz, a animação começa a viagem na Terra. Os feixes de luz movimentam-se quase instantaneamente, mas, para percorrer os 54,6 milhões de km até Marte são necessários cerca de três longos minutos.

O cientista já tinha explorado a temática da velocidade da luz numa série de vídeos publicada em 2019, pondo-a em perspetiva em relação à Terra, à Lua e até a Marte. Por exemplo, James O'Donoghue demonstra que, se o nosso planeta não tivesse uma atmosfera, a luz seria capaz de orbitar 7,5 vezes por segundo em torno da Terra.

Viagem da luz em torno da Terra Viagem da luz em torno da Terra
créditos: James O'Donoghue

A Lua e a Terra estão separadas por uma distância de 384.400 km. À velocidade da luz, uma viagem entre o nosso planeta e o seu satélite natural demoraria quase 1,3 segundos.

Viagem à velocidade da luz entre a Terra e a Lua Viagem à velocidade da luz entre a Terra e a Lua
créditos: James O'Donoghue

Ainda em maio, James O'Donoghue e Christine Houser, geofísica e sismóloga do Earth-Life Science Institute no Japão, criaram uma animação que desvenda os mistérios da composição da camada visível da Terra.

Qual é o tamanho da crosta terrestre? Vídeo revela que representa apenas 0,5% de toda a massa do planeta
Qual é o tamanho da crosta terrestre? Vídeo revela que representa apenas 0,5% de toda a massa do planeta
Ver artigo

O vídeo explica que a crosta terrestre representa apenas 0,5% de toda a massa do nosso planeta. Embora apresente uma profundidade de aproximadamente 50 quilómetros em algumas partes da Terra, a profundidade da crosta atinge apenas 5 quilómetros nas zonas mais fundas do oceano.

Curiosamente, as temperaturas do manto terrestre não são suficientemente altas para fazer com que apresente um brilho vermelho. Os cientistas que criaram o vídeo chegaram à possível conclusão de que, na verdade, a camada tem uma cor verde característica.

Nota de redação: A notícia foi atualizada com uma correção em relação ao tempo necessário para viajar da Terra à Lua à velocidade da luz. (Última atualização: 27/05 11h34)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.