O mais recente Bareme Internet da consultora revela que nos últimos três meses de 2016, 1,8 milhões de portugueses, ou 21,3% da população com mais de 15 anos, referem ter pesquisado produtos online.

O valor tem aumentado desde 2013, quando eram 1,5 milhões os indivíduos afirmava procurar informação na internet para depois fazerem compras numa loja normal.

O comportamento é mais frequente entre homens do que entre mulheres, mas as maiores diferenças estão na idade. Se mais de 40% dos jovens entre os 15 e os 34 anos refere pesquisar primeiro online um produto antes de comprar, apenas 4% dos indivíduos com mais de 54 anos o faz. 

Os dados da Marktest vão ao encontro de outros divulgados no início de dezembro pela Delloite, que indicavam que navegar pela internet em busca de informação é um recurso crescente nos hábitos dos portugueses que "andam às compras", mas na altura de comprar, é a vertente offline que fica com os louros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.