A empresa acaba de anunciar novas medidas que vão começar a ser implementadas e que alargam as políticas de segurança para crianças e jovens, algumas das quais vão "mexer" de forma automática nas proteções pré-definidas de várias ferramentas. As proteções pré-definidas para menores de 13 anos são alargadas aos menores de 18 e há mais controle dos pais, também sobre a hora de desligar ecrãs à noite.

"Temos o compromisso de criar produtos que sejam seguros por definição, privados pelo design e que colocam as pessoas no controlo. E embora não permitamos que as crianças com menos de 13 anos criem uma conta padrão da Google, trabalhamos muito para criar experiências de produto enriquecedoras especificamente para elas, adolescentes e famílias", explica a Google.

Pais portugueses são menos controladores no uso de gadgets das suas crianças
Pais portugueses são menos controladores no uso de gadgets das suas crianças
Ver artigo

O Family Link é já um dos instrumentos que os pais podem usar para limitar o tempo de utilização dos ecrãs mas a Google tem implementado outras medidas que pretendem ajudar a proteger a privacidade e evitar acesso a conteúdos considerados perigosos.

Entre as novidades estão novas formas de pedir a remoção de imagens dos menores de 18 anos das pesquisas, mudança nas configurações pré-definidas no YouTube e a pesquisa segura (SafeSearch) pré ativada para quem tem menos de 18 anos.

O que vai mudar para os menores de 18 anos nos serviços da Google?

As alterações hoje anunciadas vão ser introduzidas de forma gradual, algumas já nas próximas semanas mas outras ao longo dos próximos meses, como a própria Google avisa num post do blog hoje publicado.

Equilíbrio saudável na utilização dos telemóveis é uma tarefa desafiante neste momento de pandemia e confinamento
Equilíbrio saudável na utilização dos telemóveis é uma tarefa desafiante neste momento de pandemia e confinamento
Ver artigo

Entre as mudanças previstas estão a possibilidade de maior controlo para os menores de idade sobre a sua pegada digital e aquilo que a empresa define como a adaptação da experiência, que vai afetar vários serviços muito usados pelos mais jovens, a começar no YouTube.

Quem ainda se lembra das perguntas e dúvidas que surgiram com a obrigação de confirmação da idade dos utilizadores no YouTube, que aconteceu no ano passado, pode já começar a preparar-se para resolver uma avalanche de preocupações com estas mudanças.

Na prática as alterações vão afetar as seguintes áreas:

  • YouTube: As contas dos menores com idades entre 13 e 17 anos vão ser ajustadas para a opção de maior segurança.
  • Pesquisas: A ferramenta de pesquisa segura (SafeSearch) que bloqueia conteúdos explícitos vai estar nos próximos meses ativada como norma em todas as contas de menores de 18 anos. Esta funcionalidade já estava pré-definida nas contas de menores de 13 anos geridas pelo Family Link. Esta vai passar a ser a norma em todas as novas contas de menores de idade.
  • Assistente Google: A assistente inteligente vai ter as mesmas proteções da tecnologia SafeSearch que são aplicadas no browser .
  • Histórico de localização: esta funcionalidade já está desativada por defeito para todas as contas, sendo que os menores de 13 anos não têm a opção de ativar o Histórico de localização. Esta opção vai passar a ser também aplicada aos menores de 18 anos em todo o mundo. Isto significa que o sistema Android já não vai guardar dados de localização e não há forma de os ativar.

As alterações têm também efeito nas aplicações aprovadas por professores na Google Play, e a empresa está a lançar uma nova secção de segurança. Os pais vão poder saber quais as aplicações que seguem as políticas para famílias e as apps têm de partilhar mais detalhe quais os dados recolhidos, informação que é útil antes das apps serem descarregadas.

De Smart TVs a brinquedos: Quais são os equipamentos mais usados por cibercriminosos para espiá-lo?
De Smart TVs a brinquedos: Quais são os equipamentos mais usados por cibercriminosos para espiá-lo?
Ver artigo

Também no serviço Google Workspace for Education as escolas vão ter mais ferramentas para definir restrições de segurança e atividade no YouTube, ativando automaticamente o SafeSearch e fechando os modos de navegação de convidado e anónimo que podiam ser usados para contornar estas proteções.

Hora de dormir, ou desligar ecrãs, mais controlada

Definir limites de tempo de utilização e lembretes nos smartphones e tablets é uma das funcionalidades do Family Link e quando os equipamentos estão configurados com o Assistente os pais também têm controlo através das ferramentas Digital Wellbeing na app Google Home.

Mas nos próximos meses a Google vai ter novos filtros de Bem-estar digital que permitem bloquear notícias, podcasts e acesso a páginas da web em dispositivos inteligentes, configurados com o Assistente.

No YouTube vão ainda ser ativados os lembretes para fazer uma pausa dos ecrãs, assim como da hora de dormir. Os menores de 18 anos vão deixar de ter acesso à reprodução automática  e no YouTube Kids esta opção, que não existia, vai ser criada mas aparece desativada à partida.

How to TEK: O YouTube está a pedir-lhe para confirmar a sua idade? Descubra o que fazer
How to TEK: O YouTube está a pedir-lhe para confirmar a sua idade? Descubra o que fazer
Ver artigo

A segurança das crianças online é uma preocupação crescente das autoridades e vários países estão a avançar para medidas mais restritivas nos serviços online. A Google criou uma forma de controle para os pais e educadores conseguirem gerir as definições, através do Family Link, e lançou também  ferramentas desenhadas especificamente para os mais novos nos seus serviços, como o YouTube Kids, o Kids Space e um pacote de aplicações aprovadas pelos professores na loja Google Play.

Mesmo assim, as organizações de cibersegurança continuam a revelar os riscos que existem online e a necessidade de ajudar os pais e educadores a terem maior controle sobre as ferramentas e a partilhar informação, sensibilizando os mais novos para estas realidades.

Nota da Redação: A notícia foi atualizada com mais informação. Última atualização 16h13

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.