A rede da ESA Business Incubation Centre (ESA BIC) Portugal está a receber um reforço de organizações no seu programa de incubação, passando de apenas 3 para 15 incubadoras espalhadas por todo o território nacional, incluindo o arquipélago dos Açores, que conta com três incubadoras (S. Miguel, Santa Maria e Ilha Terceira) e a Madeira com uma no Funchal. As 15 organizações irão trabalhar juntas em sub-redes locais, naquele que é um passo essencial no objetivo de expandir a presença portuguesa no sector espacial, refere o comunicado.

Chiara Manfletti, a presidente da Portugal Space, realça a importância e benefício da presença das soluções ligadas ao espaço, assim como serviços e aplicações nas respetivas regiões. Todas as candidaturas foram avaliadas por um júri formado por membros nacionais e internacionais do ecossistema de startups, sendo a Portugal Space representada por Tiago Peres, gestor de relações industriais e projetos.

Segundo Nick Veck, o líder do júri que tem ligação ao sector espacial do Reino Unido, ao avaliar as candidaturas ficou muito impressionado não só com o número elevado de propostas, de diversos pontos de Portugal, como a própria qualidade das mesmas. Opinião partilhada por Tiago Peres, destacando que a variedade e qualidade dos projetos tornará a rede nacional da ESA BIC mais forte e capaz de vir a suportar ainda mais startups à procura de oportunidades ligadas ao sector espacial.

tek ESA BIC Portugal

A rede europeia ESA BIC conta agora com mais de 700 startups que contribuem com milhares de empregos ligados ao sector, com mais de 20 centros espalhados por mais de 60 cidades e uma presença em 17 países europeus.

O centro da nacional de incubação da ESA tem o objetivo de ajudar as startups a utilizar dados do espaço ou tecnologia espacial em projetos industriais e comerciais não necessariamente ligados ao sector, tais como a saúde, energia, transportes, segurança e vida urbana, por exemplo. Nos últimos seis anos, a ESA BIC Portugal suportou 30 projetos que utilizaram tecnologia espacial na criação de novos produtos e serviços, num total de 2,5 milhões de euros de investimento, traduzindo-se na criação de 100 novos postos de trabalho. O investimento deu origem a um retorno de 5 milhões de euros e a capacidade de exportar a tecnologia em 75%.

A lista de incubadoras que fazem parte da rede da ESA BIC Portugal:

  • IPN Incubadora (Coimbra)
  • UPTEC e CEiiA (Porto e Matosinhos)
  • Startup Braga (Braga)
  • Startup Lisboa (Lisboa)
  • SANJOTEC (São João da Madeira)
  • UA Incubator (Aveiro)
  • Startup Madeira (Funchal)
  • PARKUrbis e UBImedical (Covilhã)
  • UALG TEC START (Faro)
  • PACT (Évora)
  • NONAGON, TERINOV, e Incuba+ (S. Miguel, Santa Maria e  Ilha Terceira, Açores)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.