O governador da Califórnia, Gavin Newsom, assinou, esta quarta-feira, uma ordem executiva que visa proibir a venda de novos veículos com motores de combustão a partir de 2035. A medida faz parte de um pacote de medidas pensadas para reduzir a emissão gases de efeito estufa, numa altura em que o estado norte-americano está a ser fortemente afetado por incêndios.

Esta medida não proíbe qualquer pessoa de ter um carro destes nem impede que estes carros possam ser vendidos na sua condição de "usados", uma vez que a decisão se aplica apenas a novos veículos naquele estado. Este é o primeiro estado dos EUA a tomar uma decisão do género.

Inglaterra: instalação de carregadores para carros elétricos poderá ser obrigatória em casas novas
Inglaterra: instalação de carregadores para carros elétricos poderá ser obrigatória em casas novas
Ver artigo

"Os carros não deviam causar asma aos nossos filhos. Tornar os incêndios mais fortes. Derreter os glaciares. Ou elevar o nível do mar", tweetou o governador.

Já vários países europeus legislaram a venda de carros com motores de combustão e criaram incentivos à compra de veículos elétricos e híbridos. Atualmente, na Noruega, por exemplo, um em cada três carros comprados é elétrico. O país está também a criar uma rede de carregamento para táxis elétricos e planeia ter uma primeira frota do género a partir de 2023.

França e Reino Unido almejam terminar a circulação de carros com motores de combustão até 2040 e 2050, respetivamente, embora a legislação ainda não esteja apurada nesse sentido. Na Dinamarca, mais especificamente em Copenhaga, existe já uma proposta que visa impedir a circulação deste tipo de veículo até 2025, data em que a cidade planeia atingir a neutralidade carbónica.

Em Portugal, a data para o fim da venda de veículos poluentes é 2040. Em 2018, o Governo comprometeu-se transitar toda a frota da administração pública para tipologias que garantam emissões zero, ou perto de zero, até 2030.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.