Depois de meses de ponderação, a preocupação dos intervenientes falou mais alto e o negócio para a compra do domínio .org foi rejeitada. A Ethos Capital, uma empresa privada, tinha proposto mais de mil milhões de dólares pelo domínio que representa milhões de organizações não governamentais e sem fins lucrativos. A decisão da ICANN (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers) foi revelada numa mensagem no seu blog, referindo que impedir a transferência do domínio era a coisa mais sensata e certa de fazer.

Depois das diligências feitas entre os intervenientes, de forma mais transparente possível, a direção da ICANN negou a proposta da Ethos Capital para a transferência da PIR (Public Interest Registry) da Internet Society para o contexto privado. A ICANN tinha até hoje, 4 de maio, para tomar a decisão, do eventual negócio, que incluía a passagem da pasta do domínio .org da entidade sem fins lucrativos para uma empresa com planos comerciais para a mesma.

O domínio .org é considerada a infraestrutura não comercial mais importante de uma internet livre e o seu negócio nunca foi visto com bons olhos por todas as ONG, que realizaram movimentos e petições contra a compra do domínio. Ainda assim, a Ethos Capital tinha apresentado diversas iniciativas para garantir um “futuro reforçado para o .org”, entre elas medidas voluntárias que iam de encontro aos interesses públicos. Entre as quais um fundo de 10 milhões de dólares para suportar a comunidade .org.

Antes de tomar a decisão de rejeitar a proposta, a ICANN afirma ter examinado com atenção as propostas apresentadas, tendo conduzindo uma diligência de averiguação, incluindo centenas de páginas dos documentos submetidos pela PIR, ISOC e Ethos Capital. Mas também da comunidade .org e outras entidades de interesse público na PIR. Foi ainda analisada uma carta enviada pelo gabinete do Procurador-geral da Califórnia, no dia 15 de abril.

Tendo em vista os mais de 10,5 milhões de domínios registados da comunidade, a direção da ICANN considerou que o interesse público do .org fica mais bem servido enquanto livre dos interesses corporativos. No entanto, a instituição refere que é necessário reverter o processo de dívida de 360 milhões de dólares da PIR de volta aos acionistas. Nesse sentido, a PIR necessita mudar a sua forma corporativa para procurar novas iniciativas de negócio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.