Apesar das ligações 5G serem cada vez mais frequentes nas diversas gamas de smartphones, a conexão por satélite pretende fazer a ponte em locais onde o sinal de rádio é inexistente. Através do satélite é possível que os smartphones enviem e recebam mensagens em locais remotos onde não existe cobertura convencional: áreas rurais, montanhas, florestas densas, no mar, entre outros.

A tecnologia promete mudar as regras nas comunicações de emergência, na possibilidade de usar um modelo comum de smartphone na comunicação por satélite. Para já a tecnologia ainda não está disponível em muitos equipamentos à venda, mas as intenções das principais fabricantes é adotarem os sistemas, pelo menos nos seus topos de gama. A Apple, que foi uma das primeiras fabricantes a anunciar o suporte a comunicações por satélite, já conta com duas gerações de smartphones (iPhone 14 e iPhone 15). A Huawei também está na dianteira das ofertas, com o Mate 50 Pro e 60 Pro e rumores apontam para que o Nova 12 também seja compatível com a tecnologia de satélite.

A Bullit pretende mesmo democratizar o acesso à comunicação por satélite, não apenas através do seu modelo CAT S75, como a criação de um serviço de subscrição para facilitar o envio de SMS recorrendo a esta tecnologia. E mesmo os utilizadores que não tenham um smartphone compatível, a fabricante criou um adaptador em parceria com a Motorola que torna qualquer smartphone compatível com satélite, o Motorola Defy Horizon a um preço bem mais acessível.

Esperava-se que a Samsung fosse à boleia e introduzisse a tecnologia na linha Galaxy S23, mas ao que parece a fabricante decidiu esperar para que o ecossistema de comunicações por satélite amadurecesse. Espera-se agora que o Galaxy S24 tenha essa oferta. Até porque a empresa já apresentou oficialmente o seu modem de ligação a satélite.

A tecnologia está a ser trabalhada também pela Qualcomm, que conta já com o apoio de algumas fabricantes, como a Xiaomi, Oppo, nothing, Honor, Vivo e Motorola. Aliás, a Motorola também já tem um smartphone com ligação a satélite, produzido em parceria com o serviço da Bullitt, o Defy 2 que foi mesmo um dos primeiros a chegar ao mercado. O processador Snapdragon 8 Gen 2 da Qualcomm já tem capacidade de conetividade LEO (Low Earth Orbit) para mensagens e chamadas de emergência. Apesar da funcionalidade ainda não sido integrada na maioria dos smartphones que o equipam.

Em 2024 espera-se que os serviços de comunicações por satélite cheguem com mais força e o número de smartphones com compatibilidade de raiz aumentem. Ate porque a SpaceX de Elon Musk já anunciou que os seus satélites Starlink vão começar a oferecer no próximo ano o suporte a SMS e no ano seguinte a capacidade de transmitir voz e dados em smartphones comuns. A parceria da SpaceX com a T-Mobile fechada em 2022 garante o acesso de internet por satélite para acabar com as chamadas “zonas mortas”.

E o regulador das comunicações dos Estados Unidos, a Federal Communications Commission (FCC) começou a criar a infraestrutura legal que permitirá às empresas fornecer serviços de internet diretamente dos satélites aos smartphones. A FCC considera que oferecer serviços essenciais onde não existe sinal terrestre pode salvar vidas em locais remotos, além de abrir oportunidades inovadoras para os consumidores e empresas.

Veja na galeria os smartphones e acessórios já disponíveis que suportam envio de mensagens por satélite:

1 - Motorola Defy 2

A linha de smartphones rugged da Motorola recebeu o Defy 2, preparado para resistir a quedas, ao pó e à água. Pode ser um verdadeiro companheiro para as grandes caminhadas pela floresta, para escalar uma montanha ou qualquer outro lugar remoto onde não haja sinal convencional para smartphones. Aqui entra a sua principal funcionalidade de ligação a satélite para envio de mensagens.

O smartphone tem um módulo fotográfico com três sensores (50 MP, 8 MP e 2 MP), destacando-se o seu modo subaquático, o que permite captar fotografias dentro de água. O equipamento tem um ecrã de 6,6 polegadas com resolução FHD+, assim como uma bateria de 5.000 mAh com carregamento rápido a 15 W e sem fios via Qi.

2 – Bullitt CAT S75

Tal como o Defy 2, o Cat S75 é o novo smartphone da Bullitt para a gama rugged e com a particularidade de se ligar ao serviço de mensagens via satélite. Estes dois smartphones acabam por ser o cartão-de-visita da Bullitt na sua oferta de serviço de mensagens por satélite e que com este equipamento oferece três meses gratuitos.

Cat S75 é alimentado por um processador MTK D930 de oito núcleos da MediaTEK, conetividade 5G e compatibilidade com o sistema de satélite da empresa. Oferece 128 GB de armazenamento interno, com expansão via MicroSD e 6 GB de RAM. Tem uma bateria de 5.000 mAh, carregamento rápido a 15 W e suporta alimentação wireless via sistemas Qi.

As características semelhantes ao Defy 2 continuam: O Cat S75 tem um módulo com três câmaras (50 MP, 8 MP e 2 MP), assim como um sensor frontal de 8 MP. A fabricante diz que o smartphone pode gravar vídeos ou captar fotografias dentro de água.

3 – iPhone 14

A Apple estreou a conetividade por satélite no iPhone 14 com a ambição de fazer parte dos sistemas de resposta de emergência. E mesmo a propósito, o equipamento chegou mesmo a salvar vidas: um carro despenhou-se numa ravina e os ocupantes foram salvos graças ao seu sistema de emergência. Os técnicos que procederam ao salvamento destacaram a sua capacidade de oferecer dados de longitude e latitude com grande exatidão, permitindo rápida ajuda ao local do acidente.

A funcionalidade é ativada sempre que o utilizador tenta contactar os serviços de emergência pelos meios convencionais e não consegue. O equipamento devolve um questionário que vai reunir alguns dados importantes para caraterizar a situação antes de reportá-la. As respostas serão depois encaminhadas para os serviços de emergência, via satélite, juntamente com dados de localização do utilizador, informação sobre a autonomia da bateria, altitude e dados médicos, se estiverem disponíveis. O utilizador pode também optar por avisar os seus contactos de emergência.

4 – iPhone 15

No lançamento do iPhone 15, a Apple já tinha iniciado o serviço de emergência por satélite em Portugal. E o novo smartphone mantém o mesmo sistema de envio de mensagens em situações de emergência, sem acrescentar nada de novo à tecnologia, a não ser alargar o número de equipamentos que a suportam.

Relativamente ao equipamento, a ligação USB-C é uma das novidades, imposta pelas regras europeias, e a Apple garante que não há nenhuma perda de capacidade no carregamento e transferência de dados. Este cabo serve também para carregar a nova geração de AirPods Pro e Apple Watch, e suporta o MagSafe e carregadores Qi2 para carregamento sem fios. As versões do smartphone contam ainda com o novo processador A17 bionic.

5 – Huawei Mate 50

O Mate 50 conseguiu mesmo antecipar-se à Apple e ser o primeiro smartphone com capacidade de envio de mensagens de texto curto através de comunicação por satélite, ainda a funcionalidade era um rumor do iPhone 14. A tecnologia utiliza a rede de satélite global BeiDou, permitindo aos utilizadores enviar mensagens de texto e manter a comunicação, mesmo em áreas sem cobertura de sinal celular.

Apesar da novidade, grande parte do sucesso do equipamento foi o seu módulo fotográfico traseiro composto por uma lente principal de 50 MP com obturador variável de f/1.4 a f/4. Têm ainda um sensor ultra grande angular de 13 MP e lentes de telefoto.

6 – Huawei Mate 60 Pro

Foi lançado no final de agosto no mercado chinês a pré-venda para o modelo Mate 60 Pro da Huawei. E trata-se de uma atualização das principais funcionalidades do anterior Mate 50, incluindo o suporte a mensagens via satélite e a sua câmara com obturador variável.

Esperava-se que o modelo “copiasse” o sistema de ilhas dinâmicas do iPhone, mas o Mate 60 Pro introduziu um sistema de três punch holes integrados no ecrã, com uma câmara frontal de 13 MP e um sensor de profundidade. O módulo traseiro conta com uma câmara principal de 50 MP, com obturador variável que permite ajustar a abertura entre f/1.4-f/4.0, além de OIS e um sistema de foco automático PDAF. A câmara principal é acompanhada por uma ultra grande angular de 12 MP e um sensor telefoto de 48 MP.

7 - Motorola Defy Horizon

O Motorola Defy Horizon não se trata de um smartphone com ligação por satélite, mas sim um acessório que permite a qualquer equipamento modelo compatível com a tecnologia. Trata-se de um equipamento Bluetooth, que parece um porta-chaves do tamanho de um cartão bancário. Liga-se a qualquer smartphone convencional por Bluetooth, transformando-o num equipamento ligado a satélite totalmente compatível com o serviço.

Este tem uma bateria de 600 mAh, resistência semelhante aos smartphones rugged, com as devidas certificações militares de resistência e design duradouro. Ao adquirir o acessório por 199 euros terá acesso a 12 meses grátis do serviço da Bullitt de mensagens por satélite.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.