Além de querer levar turistas para o espaço o mais rapidamente possível, a Blue Origin está a trabalhar em parceria com a NASA para preparar futuras missões espaciais. Agora, a empresa fundada por Jeff Bezos, revela ao mundo um protótipo do Human Landing System, o veículo espacial que, um dia, poderá levar os astronautas da missão Artemis a explorar a superfície da Lua.

O protótipo tem mais de 12 metros de altura e, embora ainda não seja funcional, já contém dois sistemas construídos pela Blue Origin e pela Lockheed Martin destinados a controlar o processo de ascensão e descida do veículo.A Blue Origin explica que o sistema de ascensão do Human Landing System incorpora o mesmo tipo de elementos que são usados nas cápsulas Orion que vão fazer parte das missões lunares Artemis I e II da NASA.

A versão atual do Human Landing System já está pronta para ser testada pela NASA no Centro Espacial Lyndon B. Johnson no Texas. Em entrevista ao website SpaceNews, Brent Sherwood, vice-presidente do departamento responsável pelo desenvolvimento de programas espaciais da Blue Origin, indicou que o protótipo vai permitir que os engenheiros da agência espacial estudem e avaliem a disposição de todos os seus elementos enquanto ainda está numa fase inicial de desenvolvimento.

O responsável detalha que a fase de testes no centro espacial da NASA é essencial para conseguir fazer atempadamente todas as alterações necessárias ao veículo, servindo também para identificar todos os aspetos que estão em falta. “A parte mais interessante de fazer este tipo de avaliação de protótipo é a descoberta de coisas que os designers ainda não tinham pensado”, indica Brent Sherwood, acrescentando que poderão até surgir algumas surpresas pelo caminho.

Missão Ártemis da NASA tem como objetivo colocar a primeira mulher na Lua
Missão Ártemis da NASA tem como objetivo colocar a primeira mulher na Lua
Ver artigo

Recorde-se que o programa Artemis, que tem uma data de início marcada para 2024, quer pôr a primeira mulher na Lua e a NASA pretende que a missão seja mais do que uma simples visita, assumindo-se como uma estadia prolongada.

Entre 2020 a 2024, serão lançadas ao espaço três naves Artemis, acompanhadas por cápsulas Orion. A NASA está a planear lançar a primeira missão não tripulada já em 2020.

tek artemis

Já em 2022, está previsto o lançamento da segunda cápsula Orion, desta vez tripulada, na nave Artemis II, levando consigo a primeira mulher que pisará o solo lunar. Em 2024, a NASA prevê que os astronautas cheguem ao satélite natural da Terra e por lá consigam ficar pelo menos durante um ano.

No início de 2020, a NASA revelou que estava a treinar o VIPER ou Volatiles Investigating Polar Exploration Rover para encontrar depósitos de água gelada no pólo sul da Lua. O anúncio surgiu depois de ter dado a conhecer que o primeiro foguetão SLS (Space Launch System) do programa Artemis já estava construído e pronto para ser testado .

A NASA já escolheu o rover para a missão de exploração do polo sul da Lua do programa Artemis
A NASA já escolheu o rover para a missão de exploração do polo sul da Lua do programa Artemis
Ver artigo

Recentemente, a Agência deu a conhecer que escolheu a empresa Astrobotic para a construção do VIPER. A NASA estima uma missão de 100 dias terrestres e o VIPER, com um peso de cerca de 450 quilos, vai percorrer diversas milhas e usar os seus quatro instrumentos científicos para obter amostras de diferentes de solos, incluindo a procura de água.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.