O rover que a Agência Espacial Norte-Americana planeia enviar para o Planeta Vermelho na missão Mars 2020 já tem um nome oficial: Perseverance (perseverança em português). Ao todo, no concurso Name The Rover, lançado em agosto de 2019, a NASA recebeu 28.000 propostas de estudantes desde a pré-primária ao secundário. A ideia vencedora partiu de Alexander Mather, um aluno do sétimo ano do estado da Virgínia.

Para encontrar o nome do rover, a NASA contou com uma equipa de mais de 4.000 juízes, para além da ajuda do público. De acordo com a Agência Espacial, entre os nove finalistas estavam propostas como Endurance (resistência), Tenacity (tenacidade), Promise (promessa), Vision (visão), Clarity (clareza), Fortitude (fortaleza), Ingenuity (engenho) e Courage (coragem). Para assinalar a mudança com "pompa e circunstância" o rover ganhou uma nova conta de Twitter e já começou a comunicar com o mundo.

“Embora sejamos uma espécie de exploradores, encontraremos muitos contratempos na rota até Marte. No entanto, seremos capazes de perseverar. Nós, não como uma nação, mas sim como humanos, não desistiremos”, escreveu Alexander Mather na submissão ao desafio da NASA. Como prémio, o jovem vai acompanhar o lançamento do rover, que segue a bordo do foguetão Atlas V, no Cabo Canaveral, em julho deste ano.

Desde que começou a ser desenvolvido, o rover Perseverance já ganhou pernas e rodas, um braço até um helicóptero. Depois de ter treinado os “moves” para a futura viagem de exploração, o veículo robótico passou no seu primeiro teste de condução no Jet Propulsion Lab Laboratory em Passadena, Califórnia.

Mais recentemente, a NASA revelou o seu plano de ação para trazer amostras de Marte para a Terra. A “empreitada histórica” que contará com a parceria da Agência Espacial Europeia começará precisamente com o lançamento do rover Perseverance.

Graças a uma perfuradora na extremidade do braço robótico, o veículo vai perfurar o solo marciano e obter amostras que serão armazenadas em tubos no seu interior. Após recolhê-las, o rover vai colocá-las na superfície para recolha.

Mars 2020: NASA mostra como vai recolher amostras de Marte e trazê-las para a Terra
Mars 2020: NASA mostra como vai recolher amostras de Marte e trazê-las para a Terra
Ver artigo

É aqui que entra em ação o lander que, através do Sample Fetch Rover e Transfer Arm, fará a transferência das amostras para um foguetão e para o Mars Ascent Vehicle, utilizado para transporta-las do planeta para o espaço. A fase final ocorrerá em 2026, altura em que será lançado um Orbiter em direção a Marte. Ao chegar ao Planeta Vermelho, receberá a carga de amostras e projetá-la-á em direção à Terra, onde se prevê que chegue em 2031.

Este mês estamos a celebrar os 20 anos do SAPO TeK. Saiba mais em https://tek.sapo.pt/tag/SAPOTEK20anos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.