A semana da Black Friday está a ser usada por quem quer aproveitar promoções e este ano parece que isso aconteceu mais do que nunca. No sábado registou-se um novo recorde de transações em simultâneo na rede Multibanco e o próprio dia da Black Friday também merece especial destaque em 2020. 27 de novembro deste ano fica para a história como a segunda data com o maior número de transações de sempre no total: 12,59 milhões.

A confirmação no LinkedIn é da SIBS que indica que no dia a seguir à Black Friday foram processadas 312 transações por segundo até às 12h00, numa altura em que 6 em cada 10 portugueses garantiram que tencionavam aproveitar as promoções nesse dia. Certo é que a data foi aproveitada para compras pessoais, mas também para comprar presentes de natal. Neste caso, e de acordo com o inquérito da Google realizado no verão, 30% dos portugueses assumiram-se neste regime.

Portugueses fazem mais compras online mas também reclamam mais

A Black Friday surgiu num ano em que se registou um particular aumento das compras online, com a pandemia de COVID-19 a transformar hábitos. No entanto, parece que nem todos os portugueses ficaram satisfeitos.

Até 20 de novembro a DECO registou mais de 6.500 reclamações relacionadas com as compras online, seja através de websites, como marketplaces e redes sociais. Os números revelam uma subida de até 230% em relação ao ano passado.

Costuma fazer compras online? Há uma ferramenta que o pode ajudar a fazer escolhas mais informadas
Costuma fazer compras online? Há uma ferramenta que o pode ajudar a fazer escolhas mais informadas
Ver artigo

Apesar do aumento das queixas, na primeira quinzena de novembro continuou a registar-se um crescimento de 32% nas compras online face a 2019. Os dados são da SIBS e mostram que os setores do Entretenimento, Cultura e Subscrições, Comércio Alimentar & Retalho, Restauração, Food Delivery e Take Away representaram uma grande fatia das transações neste canal durante todo o ano, correspondendo na altura a 40% do total de compras.

De recordar que este período coincidiu com as medidas de confinamento da segunda vaga decretadas pelo Governo. As regras, de tal maneira insólitas, “inundaram” a Internet de memes.

Depois da Black Friday a verdade é que as promoções não param por aqui. Este ano a temporada de compras prolonga-se até ao final de dezembro e vai incluir ainda o natal e os saldos, com as compras online a assumirem uma maior importância dadas as restrições que estão em prática devido à pandemia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.