As candidaturas estiveram abertas entre os dias 4 e 5 de abril e hoje a Comissão Europeia confirmou que mais de 10 mil municípios de toda a Europa apresentaram candidatura para criar redes gratuitas de acesso à internet em espaços públicos. Os resultados devem ser conhecidos em maio.

Nesta fase estão disponíveis mais de 3.400 vouchers, de 15 mil euros cada, que são entregues num modelo de "primeiro a chegar, primeiro a ser servido", embora com preocupações de equilíbrio entre os vários Estados-membros. Cada país deve receber no mínimo 15 vouchers e no máximo 510.

WiFi4EU: 2ª fase de candidaturas de municípios arranca a 4 de abril
WiFi4EU: 2ª fase de candidaturas de municípios arranca a 4 de abril
Ver artigo

Ao todo são 51 milhões de euros no âmbito de um programa que quer garantir a criação de uma rede de acesso gratuito, através de Wi-Fi, em espaços públicos europeus, e que prevê também a associação a iniciativas já existentes em várias cidades.

Jardins, bibliotecas, centros de saúde, museus e outras áreas de acesso comum fazem parte dos espaços para os quais as autarquias podem apresentar candidaturas.

Segundo a Comissão Europeia, a resposta a este programa tem sido "fantástica". Já na primeira fase foram entregues 2.800 vouchers e agora participaram 10 mil municípios dos 23 mil que estão registados no portal WiFi4EU.

WiFi4EU: a Internet deve ser para todos e o Wi-Fi gratuito na Europa vai avançar até 2020
WiFi4EU: a Internet deve ser para todos e o Wi-Fi gratuito na Europa vai avançar até 2020
Ver artigo

O WiFi4EU reservou um orçamento de 120 milhões de euros para estes apoios, a atribuir entre 2018 e 2020. O eurodeputado Carlos Zorrinho foi relator do programa no Parlamento Europeu.

Estão previstas novas fases de candidaturas e apróxima tem data de abertura marcada para 4 de julho de 2019.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.