Após quase oito meses de viagem e de “sete minutos de terror” que ficaram para a História, a 18 de fevereiro de 2021, o rover Perseverance da NASA chegou a Marte dando início a uma missão de exploração em busca de sinais de vida antiga. 714 dias depois, o rover continua a ajudar os cientistas a descobrir os mistérios do Planeta Vermelho, e prepara-se para entrar numa nova fase da sua aventura marciana.

Ainda antes de começar as suas atividades científicas, em março de 2021, o rover começou por impressionar o mundo com imagens. As primeiras, que pode recordar na galeria que se segue, foram enviadas para a Terra logo após a chegada a Marte e, desde então, o rover captou mais de 166.000 fotografias com as suas múltiplas câmaras, indica a NASA.

Clique nas imagens para recordar as primeiras imagens do Perseverance

O primeiro ano de vida em Marte foi marcado por várias conquistas na Cratera de Jezero, com o rover a dar início à recolha das primeiras amostras de solo marciano. Mas o rover não foi o único a fazer progresso em Marte:durante esse ano o pequeno helicóptero Ingenuity também conseguiu fazer o primeiro de muitos voos.

Clique nas imagens para recordar os marcos do primeiro ano do Perseverance em Marte

O segundo ano por terras marcianas foi particularmente atarefado tanto para o rover como para o pequeno helicóptero. Além de recolher amostras do solo, ao longo dos últimos 12 meses, o Perseverance aproveitou para fazer algumas experiências importantes, incluindo produzir oxigénio respirável, recorrendo ao instrumento Moxie (Mars Oxygen In-Situ Resource Utilization Experiment).

Instrumento MOXIE | Perseverance | NASA
Requesters: David Gruel Photographer: R. Lannom Date: 20-MAR-19 Photolab order: 070915-171696 créditos: NASA/JPL-Caltech

Segundo a NASA, o instrumento permitiu produzir um total de 92,11 gramas de oxigénio, com a experiência a abrir novas perspetivas para a sobrevivência humana no Planeta Vermelho.

O rover Perseverance foi também capaz de registar imagens impressionantes do eclipse de Phobos. Captado com a câmara Mastcam-Z no 397º dia marciano, ou sol, da missão, o eclipse durou pouco mais de 40 segundos.

Veja o vídeo 

Ao longo deste último ano houve ainda espaço para algumas descobertas, no mínimo, curiosas, entre “esparguete” marciano, que poderá ser uma recordação dos “sete minutos de Terror” em Marte, e até rochas com forma de gato.

Clique nas imagens para mais detalhes

A propósito dos aterrorizantes minutos que antecederam a chegada do rover a Marte, no ano passado, o Ingenuity também foi capaz de conseguiu captar imagens do que restou desse momento. As imagens registadas poderão ajudar os cientistas da NASA a encontrar novas formas de garantir que futuras missões chegam “sãs e salvas” à superfície do planeta.

Recorde os "sete minutos de terror" do Perseverance 

Em março de 2022, a missão do Ingenuity foi prolongada e, meses depois, realizou o voo mais longo até à data, percorrendo uma distância de 704 metros, a uma velocidade de cerca de 5,5 metros por segundo. Apesar de uma pausa forçada durante o Inverno em Marte, o pequeno helicóptero voltou à carga e, em dezembro, bateu um novo recorde de altitude.

Veja o vídeo 

Recentemente, o rover Perseverance depositou o décimo e último tubo com amostras recolhidas na superfície do Planeta Vermelho, num feito descrito pela NASA como um “grande marco”. As amostras serão depois enviadas para a Terra, através da missão Mars Sample Return, para que sejam estudadas mais aprofundadamente.

Clique nas imagens para ver algumas das amostras recolhidas 

O Sample Transfer Arm (STA) vai desempenhar um papel crucial para o sucesso da missão Mars Sample Return. O STA, que fará parte do veículo Sample Retrieval Lander, terá como missão recolher os tubos de amostras deixados pelo Perseverance.

Como funcionará o Sample Transfer Arm? 

As amostras serão colocadas num compartimento do Mars Ascent Vehicle, transportado pelo Sample Retrieval Lander. Por sua vez, o Mars Ascent Vehicle seguirá para o Espaço onde lançará o conjunto de amostras na órbita marciana.

O Earth Return Obiter da ESA vai apanhar depois o contentor que contém as amostras e será responsável por trazê-lo de volta para a Terra. Se tudo correr como planeado, as amostras de solo marciano chegarão ao nosso planeta em 2033.

Veja o vídeo

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.