A MEO, serviço de telecomunicações da Altice Portugal, termina hoje o processo de encerramento da rede 3D. Ao longo dos últimos meses, desde setembro de 2023, a empresa tem vindo a executar o processo de forma gradual daquela que diz ser a evolução natural da sua rede móvel. A empresa tem vindo a comunicar o processo desde junho de 2023 e tal como prometido, culminou com a “disponibilização de infraestruturas de alta capacidade face às exigências de comunicação do futuro”, referiu a empresa no ano passado.

O encerramento da rede 3G abriu portas ao 5G, numa oferta gratuita e para sempre aos seus clientes, como anunciou a operadora recentemente. Até aqui, e tal como a NOS e Vodafone, a MEO tinha vindo a prolongar constantemente a oferta do período experimental do 5G até à decisão final de que não vai cobrar nada pela tecnologia em geral. Esta proposta chega também numa altura em que a tecnologia 5G se prepara para entrar numa nova fase, o 5G Stand Alone, do qual a NOS já começou a divulgar e que vai obrigar a ter novos equipamentos preparados para este 2.0.

Todas as operadoras já anunciaram que iam desligar em breve a rede 3G. Com o fim desta geração para a MEO, a Vodafone que tinha sido a primeira a assumir o desligamento da rede 3G, apenas vai começar em julho de 2024, prometendo uma transição suave e gradual. A NOS ainda não tem uma data fixa, mas esclareceu no ano passado que será também em meados de 2024 e que passaria a avisar os seus clientes.

De notar que para o dia de hoje, a MEO tem planeado desligar o 3G nas Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto, Faro e Madeira.

Para tentar perceber o impacto do desligamento do 3G, fique com algumas perguntas e respostas:

Vai ser necessário trocar de telemóvel com o encerramento da rede 3G?

Isso vai depender da antiguidade do equipamento. A tecnologia circula muito rapidamente e note que os smartphones 5G não são necessariamente compatíveis com o 5G Stand Alone. Os requisitos devem estar listados no equipamento e deve consultar se os mesmos são compatíveis com as novas redes. No caso do encerramento 3G, caso o seu smartphone seja compatível com, pelo menos 4G, não vai ser afetado.

Por outro lado, caso os equipamentos tenham acesso a redes 2G e 3G, quando a rede em questão for encerrada, podem continuar a aceder através do 2G, que vai manter-se operacional. Mas esta rede apenas vai permitir fazer chamadas telefónicas e não a transferência de dados (como navegar na internet).

Assim, no que diz respeito aos telemóveis antigos, à partida vai poder continuar a utilizá-los, acedendo à tecnologia 2G enquanto os operadores mantiverem essa rede ativa, até que decida fazer a atualização do equipamento.

O telemóvel é registado automaticamente noutra rede quando o 3G for desligado?

Terá de verificar a forma como os equipamentos foram configurados pela fabricante ou operador, quando os adquiriu. Isto porque alguns modelos podem ter sido configurados ou bloqueados para funcionar apenas em 3G, de forma a obter, por exemplo, uma melhor qualidade de rede. Neste caso, deverá ajustar as configurações do equipamento, de forma a funcionar com as redes mais recentes.

Posso usar o mesmo cartão SIM com o encerramento da rede 3G?

Se tem um smartphone muito antigo e ainda dependente do 3G, estando impossibilitado de se ligar às redes 4G e 5G, então é provável que o seu cartão SIM esteja também desatualizado. Caso se aplique, poderá fazer gratuitamente na MEO (e também no caso da Vodafone Portugal) a troca do cartão, seja nas lojas da operadora ou usando as linhas de apoio ao cliente. A Vodafone dá o exemplo que se o cartão SIM tiver sido adquirido depois de 2012 não deverá ter problemas na transição, mas se for anterior, é possível que não esteja preparado para as redes recentes e terá de trocar.

Utilizo soluções empresariais. O que vai acontecer?

No caso de soluções empresariais, a MEO afirma que se deve verificar se as mesmas suportam pelo menos 2G, 4G ou 5G para o seu funcionamento. Os clientes apenas têm de garantir que os seus equipamentos e cartões SIM são compatíveis. Caso contrário, os clientes devem contactar a MEO e no caso de ser necessário trocar os cartões SIM, estes podem ser enviados para a morada registada no sistema.

A MEO refere ainda que se houver um Nome de Ponto de Acesso (APN) limitado à rede 3G também vai proceder à respetiva atualização para 4G ou 5G. Os clientes devem verificar se é necessário atualizar os equipamentos e cartões SIM.

Que smartphones podem ser afetados com o fim do 3G?

  • Huawei ETS3
  • Huawei S7-303U Springboard
  • Huawei G Play mini
  • Santok 3600
  • Alcatel One Touch 2045X
  • Alcatel 1C
  • Alcatel One Touch Pop C7
  • Alcatel Pixi 4
  • Nokia C2-01
  • Nokia 208
  • Mobiwire Dakota
  • Apple iPhone 4 e 4S
  • Samsung Galaxy Grand Neo Plus
  • Samsung S5839i Galaxy Ace
  • Samsung Galaxy Young
  • Vodafone Smart 4 mini
  • Vodafone Smart mini 7
  • Vodafone Smart first 6
  • Vodafone 353
  • Vodafone Smart grand 6,
  • Telit HE910
  • Quectel UC15

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.